Revista francesa Rock One sobre "Nightmare" dá nota de 7 á 10

08/09/2010 19:31

Muitas perguntas foram penduradas desde a morte de Jimmy em dezembro passado. As respostas estão neste disco. Na introdução, uma atmosfera muito especial surge, quente e úmido, escuro e pessoal (a letra é em relação à tragédia que aconteceu há alguns meses). O fantasma de Rev está pendurado sobre este quinto álbum, como podemos ver na capa. Embora, no decorrer das músicas, que mostram a loucura ("God Hates Us" ou "Natural Born Killer", onde o baterista substituto talento Mike Portnoy - - é expresso) e emoção ("So Far Away" ou "fiction", na qual Jimmy canta), notamos que os caras estão vendo uma luz no fim do túnel. Mas por força de centro as composições em homenagem - a metade do disco é composto de baladas - perdemos a força ea barbárie trazidos pelo outras canções. De qualquer forma, é certo que os fãs de A7X não ficarão desapontados com o lado menos comercial do álbum. E os que geralmente estavam irritados pelo aspecto atraente dos caras vai notar uma maior simplicidade na interpretação.