Revolver Magazine entrevista Synyster Gates sobre o novo álbum.

02/07/2013 22:38
 
A page do Facebook, Tirinhas A7x, traduziu um trecho importante da nova entrevista do Syn para a revista Revolver Magazine, onde ele fala sobre o Arin Ilejay,sobre o som do novo álbum e sobre Jimmy:
 
 
Revolver Magazine: O que as pessoas podem esperar do Hail to the King?
Syn: Acho que nossa forma de escrever as músicas melhorou absurdamente. Sonoramente, esse é com certeza o nosso melhor álbum. Quando você ouvir as músicas, sua cabeça vai explodir.
 
Revolver Magazine: Esse é seu primeiro CD com o Arin Ilejay. Como ele se saiu?
Syn: Ele veio cheio de sangue no olho e quebrou a porra toda. Foi muito, muito incrível. Ele tem uma vibe impecável, coisa que nós já sabíamos. Mas o que nós não sabíamos era a facilidade que ele tem pra entender novos tipos de música. Ele é um dos bateristas mais propensos que eu já ouvi na minha vida.
Ele veio com aquela vibe de homem das cavernas, com uma filosofia selvagem que estávamos procurando pra fazer esse CD. Ele trouxe esse trabalho de coração e alma. A gente definitivamente tinha que trabalhar com ele. No primeiro dia, acho que todos observaram muito ele, então ele começou a tocar várias coisas e mostrar o que sabia fazer. Mas aí dissemos "Cara, você só precisa relaxar e fazer o que estamos falando há 9 meses". Então ele chegou no outro dia e arrebentou na bateria.
 
Originalmente, pensamos que a gente teria que escrever as linhas de bateria. Shadows e eu tocamos muita bateria. Eu toco bateria desde os 16 anos. E Jimmy me ensinou um milhão de coisas. Não somos monstros na bateria nem nada, mas somos grandes fãs e entendemos a bateria. Pensamos que teríamos que preparar todas as músicas na bateria no primeiro dia, mas no segundo dia, foi um alívio. Todos ficamos assustados e falamos "Puta merda, esse garoto é um monstro!".
 
Revolver Magazine: Recentemente, M. Shadows tem aparecido com o cabelo comprido e você tambem está com um corte de cabelo diferente. Seria isso um resultado de ficar no estúdio muito tempo?
Syn: Matt tem deixado crescer o cabelo por 1 ano agora. Várias e várias vezes ele chegou falando que queria cortar o cabelo, e a gente dizia "Larga de ser viado, não corta o cabelo. Deixa ele queto. Você ta uma banda de metal, deixa a coisa fluir." Então depois desse estágio ele resolveu deixar o cabelo crescer e nunca ficou tão grande como está agora. Então tenho certeza que as vezes ele acorda com a cabeça coçando ou qualquer porra do tipo. Eu tive cabelo grande assim e é uma merda. Mas ele triunfou sobre isso, e eu acho que ficou muito foda. Bem heavy metal. E sobre o resto de nós, eu não sei. A gente gosta de zoar as coisas um pouco.